Teste Pré-Natal Não Invasivo

Análise genética não invasiva para identificar o risco de doenças cromossômicas, como a Síndrome de Down.

O Teste Pré-Natal não invasivo é um exame de sangue simples que avalia o risco de doenças cromossômicas, como a Síndrome de Down, além de incluir a análise da sexagem fetal.

Ele determina o risco das trissomia fetais comuns ao medir a quantidade relativa de cromossomos no sangue materno. O teste avalia os riscos das trissomias 21 (Síndrome de Down), 18 e 13 no feto, mas não descarta todas as anomalias fetais.

Baseado nos avanços mais recentes o Teste Pré-Natal não invasivo, possui taxas significativas menores de falso positivo em comparação a outros exames pré-natais, como sorologia e ultrassom, com uma amostra de sangue simples, o teste detecta mais de 99% dos casos de trissomia fetal 21 (Síndrome de Down), com uma taxa de falso-positivo inferior a 0,1%, Com conforto e praticidade de um teste não invasivo.

Como fazer o exame?

Escolha e agende seu exame

Após escolher o exame desejado, converse com o seu médico para que ele possa lhe orientar e prescrever o exame se for recomendado. Feito isso, entre em contato com o Laboratório Fleming e agende seu exame.

É simples e rápido

O exame genético é feito a partir de uma amostra de sangue ou saliva. Clique aqui e saiba o tipo de material coletado nesse exame. A coleta é realizada no Laboratório Fleming, localizado na Rua Anchieta, 324, Centro – Jundiaí/SP.

Receba suas informações e converse com seu médico

Assim que o relatório estiver pronto, o resultado estará disponível em nosso site. Você receberá um e-mail com os dados de acesso. Clique aqui para ver o prazo de entrega do resultado.

Jejum não obrigatório.

O exame é realizado a partir da Amostra de Sangue total Materno

A coleta é realizada no Laboratório Fleming de segunda a quarta-feira das 6h30 às 12hs, ou de acordo com a disponibilidade de atendimento.

  • Pedido Médico.
  • Documento da paciente, obrigatório o envio da cópia do RG e CPF da paciente.
  • Obrigatório o preenchimento completo do questionário e o termo de consentimento assinado pela paciente. (TESTE PRÉ-NATAL NÃO INVASIVO).
  • Obrigatória a assinatura do médico no questionário ou o envio do pedido médico.
  • Indicado para mulheres que se encontrem a partir da 10ª semana de gestação única, incluindo por fertilização in vitro, com ou sem doação de óvulos.
  • Para os casos de mulheres com gestação gemelar, somente se analisa o risco de trissomia dos cromossomos 21, 18 e 13, mas não se determina possíveis aneuploidias dos cromossomos sexuais nem o sexo dos fetos.

15 dias úteis.

R$ 3.400,00

  • Síndrome de Down (trissomia do 21)
  • Síndrome de Edwards (trissomia do 18)
  • Síndrome de Patau (trissomia do 13)
  • Síndrome de Turner (monossomia do X)
  • Síndrome de Klinefelter (XXY)
  • Superfêmea (XXX)
  • Super-homem (XYY)

• CROMOSSOMO 21
• CROMOSSOMO 18
• CROMOSSOMO 13
• SEXAGEM FETAL
• CROMOSSOMOS SEXUAIS

NOTA:
Teste foi desenhado para análise de gestação única com idade gestacional de pelo menos 10 semanas e 0 dias, estimada pela data da última menstruação, ultrassom ou outro método apropriado (equivalente a 8 semanas de idade gestacional estimada pelo dia da concepção)
Os resultados não eliminam possibilidade de que uma gestação pode estar associada a outras anomalias cromossômicas ou subcromossomicas, má formação congênita e outras condições.
Este exame não foi desenvolvido para identificar gestação com risco de defeito de tubo neural.
Há uma pequena possibilidade de que os resultados do teste possam não refletir os cromossomos do feto, mas da placenta (mosaicismo da placenta), ou da mãe (mosaicismo materno), um resultado negativo não elimina a possibilidade de anomalias como Trissomia do 21, Trissomia do 18, Trissomia do 13, Monossomia do x ou outras Aneuploidias dos cromossomos sexuais X e Y (XXX, XXY OU XYY).
No caso de diagnóstico confirmatório será necessário a realização de biopsia Vilo Coronicas ou Amninocentese.
O teste pré-natal não invasivo (NIPT) baseado na análise de DNA livre não é considerado um diagnóstico definitivo, Seus resultados devem ser avaliados discutidos com o médico que acompanha a gestação sendo o seu seguimento uma decisão individual de responsabilidade de cada.

Método: PCR (reação em cadeia da polimerase) seguido por sequenciamento de nova geração

Valor de referência: ausência de aneuploidia.

Entre em contato para agendar seu exame!
Outros exames que você pode se interessar